Animes' Heaven


    [Fan-Fic - Romance - Drama - Comédia] Aki no Ai (Amor de Outono]

    Compartilhe
    avatar
    Taishō
    Starter

    Masculino
    Número de Mensagens : 6
    Idade : 20
    Localização : Portugal - Porto
    Anime Favorito : One Piece
    Personagem Favorito : Roronoa Zoro
    Data de inscrição : 05/09/2011

    [Fan-Fic - Romance - Drama - Comédia] Aki no Ai (Amor de Outono]

    Mensagem por Taishō em Seg 05 Set 2011, 12:26



    Sinopse
    Yamamoto Kazuo é um estudante de 17 anos da escola Katsurui. É uma pessoa calma e gentil, mas não gosta de dar grandes confianças devido a um incidente que aconteceu há um ano no Outono. Devido a isso ficou um pouco traumatizado e tem esse problema, porém a vida dele vai começar a mudar neste Outono...
    Amor e drama é o que o esperam!
    avatar
    Taishō
    Starter

    Masculino
    Número de Mensagens : 6
    Idade : 20
    Localização : Portugal - Porto
    Anime Favorito : One Piece
    Personagem Favorito : Roronoa Zoro
    Data de inscrição : 05/09/2011

    Re: [Fan-Fic - Romance - Drama - Comédia] Aki no Ai (Amor de Outono]

    Mensagem por Taishō em Seg 05 Set 2011, 12:28

    Capítulo 1 - Memórias de Outono

    Tinha começado mais um Outono no Japão, desta vez estava mais frio do que o normal, na rua todas as pessoas já andavam com os seus agasalhos e mãos nos bolsos. Yamamoto Kazuo, um rapaz de cabelo preto, não gostava do Outono, ficava sempre com um ar melancólico, parecia que aquela estação lhe trazia recordações muito dolorosas, podia-se dizer que algo o tinha traumatizado, mas ele jamais tinha falado sobre isto com alguém, sempre que uma pessoa puxava assunto ele mudava de conversa ou dava desculpas pouco convincentes.

    Kazuo andava pelas ruas com o seu casaco branco e um cachecol preto a tapar-lhe a boca. Andava com um ar muito pensativo e a olhar para o nevoeiro que cobria toda a zona e não deixava ver-se o que estava à frente, mas ele já estava habituado e sabia o caminho todo para os comboios, era para lá que ele ia, não tinha outro meio para ir à escola.
    Vários alunos como ele começavam-se a juntar no mesmo caminho de Kazuo, iam todos apanhar o comboio. Vários grupos falavam uns com os outros alegremente, soltando uma espécie de fumo da boca de tanto frio.
    Mas Kazuo não queria entrar nesses grupos nesta altura, ele em outras alturas estava sempre alegre, nesta altura é que se afastava de todos e era de poucas conversas.

    Finalmente tinha chegado à estação de comboios, eram 7:15 da manhã, ainda faltava um quarto de hora para o comboio chegar. Ele sentou-se nos bancos húmidos e frios e pôs as mãos dentro dos bolsos do casaco. Ficou a olhar para o chão e começou a tremer, não era frio, era raiva, estava tremer de tanta raiva, mas do que seria?
    O comboio chegou e ele foi o primeiro entrar, não estava lá mais ninguém, mas rapidamente encheu-se de alunos que faziam imenso barulho e riam-se alegremente.
    Kazuo estava sentado e a olhar para fora dos vidros quando sentou-se ao lado um rapaz da mesma idade dele e cabelo curto.

    - Yo! - cumprimentou o rapaz muito sorridente.

    - Hey, Sato. - respondeu Kazuo com um leve sorriso.

    Nakamura Satoshi, mais conhecido só por Sato, era o melhor amigo de Kazuo, era um rapaz bastante alegre e divertido, eles apenas tinham-se conhecido há um ano mas já tinham feito uma grande amizade.

    - Não comi nada hoje, vou tirar uma maçã que pus na mochila. - disse Kazuo enquanto mexia na mochila, mas deu voltas à mochila e não viu lá nada. - Onde é que eu... SATO!

    - Hmm? Querias um pouco? - perguntou Sato enquanto comia o resto da maçã.

    - Baka... - sussurrou Kozuo de olhos fechados.

    Passado pouco mais de 20 minutos, já tinha saído da estação de comboios e foram para a escola que ficava a dois minutos dali.
    Já na entrada da escola, viam-se todos os alunos a conversar e a fazerem novas amizades, pois um novo ano lectivo tinha começado há uns dias. Kozuo também estava a conversar com alguns amigos dele e a conhecer novas pessoas, apesar de não estar com cabeça para isso.
    Pouco depois disso, ele entrou no pátio da escola e ao pé de uma árvore de folhas amarelas e vermelhas estava uma rapariga com um ar muito calmo, ela tinha uns olhos muito profundos e tristes e cabelos verdes e compridos que esvoaçavam com a leve brisa de Outono. Ele ficou a olhar para ela durante uns segundos e sentiu um arrepio pelo corpo todo, o coração começou a bater mais depressa. Era uma sensação de ansiedade, mas eles 'voltou a si', abanou a cabeça e continuou o seu caminho, já estava quase a soar o toque para entrarem.

    Já nas aulas, Kazuo não se conseguia concentrar, estava só a pensar naquela rapariga.

    - Pst! - chamava Sato, que estava ao lado direito dele. - Já tenho um like.

    - Hum? - perguntou-se Kazuo.

    - Na foto que te tirei agora a pensar numa rapariga, parecias uma personagem de uma manga, hahahaha!

    - Qualquer dia vais ficar sem esse telemóvel, argh...

    Já algumas aulas tinham passado e era hora do almoço, Kazuo nunca tinha gostado da confusão nessa hora, a cantina estava sempre cheia, por isso ele comprava sempre alguma coisa no bar e comia sentado nos bancos do pátio. Até agora ele era o único que comia ali, mas aquela rapariga de cabelos verdes também ia comer no mesmo sítio que ele.

    - Ah... Peço desculpa, deves querer comer sozinho. - disse ela com a sua doce voz e pacífica.

    - N-Não! Podes comer aqui à vontade! - respondeu Kazuo bastante nervoso e tímido.

    - Obrigada! - agradeceu ela com um leve sorriso.

    Ela sentou-se e começou a comer numa caixinha com arroz e legumes. Kazuo estava bastante nervoso, mas respirou fundo e tentou-se acalmar.

    - Então... És nova aqui? - perguntou Kazuo para meter alguma conversa.

    - H-Hai... - respondeu ela.

    - Ah! Gomen, nem me apresentei. Yamamoto Kazuo.

    - Shizuka Naomi.

    Os dois ficaram ali a conversar um pouco e a conhecerem-se melhor, mas nada de especial.

    - Naomi-san, tens alguma coisa para fazer?

    - Hmm, não.

    - Então vem comigo, quero-te mostrar uma coisa.

    Kaozu e Naomi foram andando até um dos prédios da escola, ficava logo a seguir à cantina e era o mais alto de todos. Eles os dois foram subindo calmamente várias escadas, até que chegaram a uma porta, depois dessa porta estava uma espécie de terraço.

    - Este é o meu sítio preferido da escola, gosto de estar aqui e apanhar ar, é um sítio que me descontrai de todo o stress da vida. Desde bastante novo que gosto de vir para sítios altos e fechar os olhos, sinto-me como se estivesse a voar. - explicou Kaozu com os braços abertos e a apanhar aquela leve brisa.

    Kaozu continuou a dizer algumas coisas e Naomi estava bastante sorridente, parecia estar-se a divertir, isso pôs ele também mais contente.

    - Então... Moras com alguém? - perguntou Kaozu.

    - Sim, com a minha irmã mais velha, os meus pais estão na Itália em trabalho. - respondeu Naomi enquanto chegava o seu cabelo para trás.

    - Que sorte... Eu nunca tive irmãos.

    - E tu?

    - Eu moro sozinho há algum tempo.

    - Os teus pais estão em trabalho também?

    - É uma longa história, acabámos de nos conhecer ao bocado e não quero já estar-te a chatear com coisas tristes. - respondeu Kaozu a tentar disfarçar uma grande tristeza.

    - Kaozu-Kun... podes contar... - respondeu Naomi a tentar mostra que podia falar com ela à vontade.

    Porém, o toque já tinha soado e não tiveram tempo para mais conversas, tiveram de ir para as aulas.

    Na sala de aula de Kaozu, estava Sato e mais uma rapariga de cabelo encaracolado a conversarem, era uma amiga deles chamada Aimi.

    - Então, Kaozu! - cumprimentou Aimi.

    - Hey hey. - cumprimentou Kaozu. - O quê é que fazes aqui?

    - Estava apenas a rir-me daquela foto que o Sato meteu na 'net', ele é um génio! Haha!

    - Que dois...

    - Como é ela se chama? - perguntou Sato a piscar-lhe o olho.

    - C-Como é que sabes que há alguém?

    - Eu e a Aimi vimos-te com ela a almoçar, já é um avanço, ah garanhão!

    - Fala mais baixo, Sato! - sussurrou Kaozu.

    - Bem, hoje é quarta-feira, na sexta vais sair com ela e nós vamos-te ajudar. Agora tenho de ir, até logo. - disse Aimi indo-se embora da sala de aula.

    -N-Naniiiii!? - perguntou Kaozu nervoso.

    - Tu ouviste, depois de amanhã vais sair com ela. - respondeu Sato.

    - Quanto é que a Aimi te pagou para também ajudares?

    - Um like na tua foto romântica... Nyan!

      Data/hora atual: Seg 21 Ago 2017, 05:59