Animes' Heaven


    [Curiosidade] O Autor Eiichiro Oda (Autor de One Piece)

    Compartilhe
    avatar
    Sephiroth
    Administrador Sephiroth
    Administrador Sephiroth

    Masculino
    Número de Mensagens : 505
    Idade : 32
    Localização : Santa Catarina
    Anime Favorito : Bleach,CDZ,DBZ,Ergo Proxy,etc...
    Personagem Favorito : Byakuya Kuchiky,Grimmjow Jeagerjaques, entre outros
    Data de inscrição : 19/12/2010

    [Curiosidade] O Autor Eiichiro Oda (Autor de One Piece)

    Mensagem por Sephiroth em Sex 02 Nov 2012, 18:12

    O MANGAKÁ EIICHIRO ODA, AUTOR DE ONE PIECE


    Depois de trazer as entrevistas e biografia de Kubo Tite,mangaká autor de Bleach, trago a biografia e uma entrevista (feita no fim de março de 2012) com o autor de One Piece, Eiichiro Oda. A entrevista feita por Misaki Kido da US Weekly Shounen Jump foi publicada nas paginas da Jump. O site que traduziu e disponibilizou foi o One PieceWorld.


    Eiichiro Oda (尾田栄一郎?), nascido em 1 de Janeiro de 1975, na cidade de Kumamoto, na província de Kumamoto, é um mangaka, sendo melhor conhecido como criador da série One Piece. É casado com Chiaki Inaba, que interpretou a personagem Nami durante as performances de palco de One Piece no festival Jump Festa.

    Ainda novo, ele enviou um personagem chamado Pandaman para um mangá clássico de Yudetamago, Kinnukuman, que não apenas foi utilizado em um capítulo do mangá, mas mais tarde retornou como figurante recorrente nos trabalhos do próprio Oda.

    Com 17 anos de idade, ele enviou seu trabalho Wanted! para publicação e ganhou diversos prêmios, incluindo o segundo lugar no cobiçado Prêmio Cultural Osamu Tezuka. Isso propiciou-lhe um emprego na revista Weekly Shonen Jump, onde inicialmente trabalhou como assistente da série de Shinobu Kaitani Suizan Police Gang, logo em seguida indo trabalhar com Masaya Tokuhiro, auxiliando-o nos títulos Jungle King Tar-chan e Mizu no Tomodachi Kappaman, que lhe deu uma influência inesperada no seu estilo artístico.

    Aos 19 anos, ele trabalhou como assistente de mangaka, juntamente a Hiroyuki Takei, criador de Shaman King, para Nobuhiro Watsuki no também famoso mangá Rurouni Kenshin onde se inspirou a fazer o famoso caçador de recompensas Roronoa Zoro um dos espadachins de seu mangá. Durante esse período, ele desenhou duas histórias de pirataria curtas, chamadas "Romance Dawn", onde se inspirou para criar One Piece. Em 1997, One Piece apareceu pela primeira vez na revista Shonen Jump e rapidamente se tornou um dos mangás mais populares do Japão.

    São notórias algumas homenagens feitas pelo autor a alguns ídolos refletidas no seu trabalho. Exemplos disso são nos nomes de personagens como Marshall D. Teach (o nome verdadeiro do rapper americado Eminem é Marshall). Há também outras referências aos seus ídolos não somente quanto à nomes, mas também aparências: o design, por exemplo, dos vilões de One Piece, Enel, Jango e Spandam são, respectivamente, homenagens a Eminem, Michael Jackson e possivelmente a WWE Wrestler Mankind.

    Oda também teve sua participação no anime One Piece onde ele deu voz ao personagem "Odacchi" - apelido pelo qual o próprio Oda é conhecido - num curta temático de futebol que foi ao ar junto ao 3º longa da série.

    De acordo com uma entrevista de Oda para a Shonen Jump, seu vilão favorito de One Piece é Buggy, o Palhaço. Ele chegou a brincar que Buggy foi literalmente juntado de qualquer jeito, numa referência ao poder de Akuma no Mi atribuído ao personagem.

    Sua maior influência é Akira Toriyama, criador de Dragon Ball e Dr. Slump.
    Em 2007, Oda desenvolveu para a Shonen Jump, em parceria a Toriyama, uma história curta, composta por apenas um capítulo (one-shot) chamada Cross Epoch, na qual era feito um crossover entre personagens das mais famosas séries de ambos, One Piece e Dragon Ball.



    Uma entrevista exclusiva com um dos criadores de mangá mais originais da Weekly Shounen Jump Alpha - Eiichiro Oda, o criativo mestre por trás de One Piece! Leia e encontre as inspirações de Eiichiro Oda, qual tripulação pirata ele gostaria de fazer parte e muito mais!


    PERGUNTA: O mundo de One Piece tem vários tipos diferentes de piratas com estilos únicos. Como e quando você começou a pensar na ideia de escrever um mangá sobre piratas?
    Oda: Desde quando eu era pequeno, eu gostava de piratas. Quando era criança, eu realmente gostava de um anime chamado Vicke, o Pequeno Viking. Era sobre um pequeno garoto que admirava os vikings, e seu sonho era se tornar um deles quando crescesse. Quando comecei a pesquisar sobre piratas para fazer One Piece, eu descobri que os Vikings eram um tipo de pirata. Eu senti que seria muito legal ter amigos no seu time, como na série de Vicke. Talvez não seja a melhor comparação, mas eu sinto que o espírito da série está guardado dentro do meu trabalho.


    PERGUNTA: Se você pudesse entrar em alguma tripulação pirata em One Piece (exceto pelos Chapéu de Palha), qual você escolheria e por quê?
    Oda: Hmm. Exceto pelos Chapéu de Palha... Eu acho que seria muito legal entrar na tripulação do Buggy. Eles parecem ser bem despreocupados, e seria bastante engraçado, porque até os subordinados fazem hora da cara do capitão. Mas se eu fosse realmente forte, eu gostaria de estar junto com os Piratas do Barba Negra.


    PERGUNTA: Se você pudesse dar alguma recomendação para os turistas que estão visitando a Grand Line, que lugares você recomendaria para visitar e por quê?
    Oda: Se eu estivesse viajando pela Grand Line, eu amaria parar e visitar Skypiea, porque tudo parece super fofinho. Isso me faz lembrar de quando estou viajando de avião e vejo as nuvens pela janela. Eu acho que se você for lá, até um marmanjo não deixaria de ficar animado.

    PERGUNTA: Seu mangá é famoso não apenas pela ação incrível, como também pelos momentos emotivos (nós certamente deixamos escapar algumas "lágrimas de macho" no nosso escritório). Qual é o seu segredo para criar respostas emocionais tão poderosas do público?
    Oda: Bem, o negócio é que eu fico entediado muito fácil. Então, se o meu mangá é somente sobre ação, ou comédia, ou momentos chorões, mais do que qualquer pessoa, eu ficaria entendiado. Então, eu mudo o estilo da série para manter a minha motivação em desenhá-la. Qual o verdadeiro segredo? Eu penso nos enredos e nas cenas enquanto eu estou cansado. O único jeito de eu pensar em uma nova ideia é ficar pensando sobre ela um monte, sem dormir ou comer. Esse é o único jeito que eu conheço, porque o ser humano só pode vir a ter novas ideias quando ele alcança o seu limite. Então toda hora que eu termino o meu manuscrito, eu estou completamente exausto.



    O capitão de One Piece, Eiichiro Oda, revela os seus segredos em lidar com a pressão de ter um dos mangás mais bem sucedidos de todos os tempos! Além disso, descubra que música ele ouve e sua opinião sobre o mangá digital! É um baú de tesouros cheio de informações exclusivas sobre o homem por trás de One Piece!



    PERGUNTA: Não é segredo para ninguém que seu mangá vende como água e que já bateu recordes no Japão. No entanto, até hoje, seu mangá não saiu muito das raízes. Ele ainda é tão puro e fiel como no seu começo. Qual é o seu segredo em lidar com o sucesso?
    Oda: Até hoje, eu nunca senti de verdade alguma pressão em me tornar bem-sucedido. Eu sempre tentei manter o foco em fazer um mangá pensando em uma certa audiência em particular, porque na maioria das vezes, você lê um mangá apenas do seu jeito e pronto. Então sempre quando eu desenho mangá, eu apenas tenho um leitor em mente - eu mesmo quando tinha 15 anos de idade. Eu não tenho ideia de como outras pessoas vão se sentir, então para isso, eu volto ao meu eu de 15 anos de idade para fazer julgamento se tá legal ou não. Eu sempre tento ser verdadeiro comigo, e de alguma forma isso entra em ressonância com as crianças que lêem o meu mangá.


    PERGUNTA: Para o leitor, é fascinante pensar que você tinha a história do Brook planejada desde quando você introduziu a Laboon. Exatamente até que ponto você planejou One Piece, e qual técnica você usa ao planejar a história?
    Oda: Eu tenho apenas o final de One Piece na minha cabeça, e mais nada. Mas sabendo o ponto final, eu conduzo a história e faço os arcos de forma que se conectem com o final.


    PERGUNTA: One Piece tem "color spreads" muito bonitos. Qual o processo de criação deles, e quanto tempo demora para fazer um?
    Oda: Eu já desenhei um monte de ilustrações coloridas. Hoje em dia, demoro mais tempo para pensar no que eu vou desenhar do que realmente ao desenhar de fato. Mas se é uma ideia incompleta, eu vou ficar entediado enquanto desenho. Então até que eu encontre algo que eu realmente queira desenhar, eu posso passar às vezes um dia inteiro pensando. Eu sinto que é mais difícil de escolher o que eu vou desenhar agora do que quando eu comecei One Piece.



    PERGUNTA: O one-shot crossover deOne Piece x Toriko "O sabor da Fruta do Diabo" está agora disponível para os membros da Shonen Jump Alpha, como um presente digital. Conte-nos um pouco sobre Shimabukuro-sensei e sobre o processo de fazer um one-shot com ele.
    Oda: Shimabukuro-sensei é um bom amigo meu desde quando ele se tornou um mangaka. Na verdade, ele começou a sua primeira série Seikimatsu Leader Den Takeshi por volta da época que eu comecei One Piece. Nós somos praticamente da mesma idade e começamos nossas carreiras de mangaka por volta do mesmo período, então conversamos um monte sobre mangá. Quando conseguimos entrar pela primeira vez naWeekly Shounen Jump, nós ligamos um para o outro para nos parabenizar. Eu o considero meu amigo e meu rival.Foi o grupo editorial da Weekly Shounen Jump que sugeriu primeiramente que eu me juntasse com Shimabukuro-sensei para fazer um one-shot. Eu entrei no projeto, porque eu achei que seria um bom desafio, e também seria bastante interessante, porque ambos os mundos são protagonizados por personagens que adoram comer. Se Luffy vivesse no mundo de Toriko, com certeza ele seria um excelente Gourmet Hunter.


    PERGUNTA: Que filmes, séries de TV ou música inspiram o seu mangá?
    Oda: Eu ouço muitas músicas quando estou fazendo mangá. Eu gosto de todos os gêneros musicais, sendo japonês ou estrangeiro. Eu criei uma playlist que é o soundtrack deste novo arco da história. Aí eu a escuto de novo e de novo, enquanto estou trabalhando.

    PERGUNTA: O mangá digital, como a Weekly Shounen Jump Alpha, está começando a fazer sucesso nos EUA. Quais são as suas opiniões sobre o mangá digital?
    Oda: Eu acho que a tecnologia digital é legal para o mangá, desde que não interfira no modo em que o mangá é feito para entreter os leitores. Por exemplo, a disposição dos painéis e o uso de imagens grandes são únicos em One Piece, comparados a outros mangás tradicionais. Por outro lado, eu sempre considerei que a experiência de leitura de um mangá digital é similar aos livros normais impressos - não é melhor, nem pior.

    PERGUNTA: Você tem algum comentário final para os fãs americanos que curtem a série via Shonen Jump Alpha?
    Oda: Quando você estiver lendo One Piece, você pode se deparar com cenas esquisitas que só leitores japoneses poderiam entender. Mas, por favor, continue me acompanhando, porque eu estou tentando criar um universo capaz de entreter pessoas de qualquer lugar do mundo.



    _________________
    avatar
    renanamaral
    Fan Ziner
    Fan Ziner

    Masculino
    Número de Mensagens : 1247
    Idade : 28
    Localização : Porto Alegre (+ ou -), RS
    Anime Favorito : One Piece
    Personagem Favorito : Haru Glory
    Data de inscrição : 08/10/2010

    Re: [Curiosidade] O Autor Eiichiro Oda (Autor de One Piece)

    Mensagem por renanamaral em Dom 04 Nov 2012, 15:59

    Esse aí é um cara que eu respeito e admiro bakarai!

    Ele sabe o que colocar na história, como colocar, e quando colocar. Fora que ele é muito bom em manipular os sentimentos dos leitores, e fazê-los ficarem presos naquele universo que ele criou!

    Extelente entrevista, valeu por compartilhar. :)

      Data/hora atual: Sex 23 Jun 2017, 01:13